31 de agosto de 2011

A Notícia afunda Moreira

Comparado ao Clube Atlético Mineiro que só leva traulitada, o ex-prefeito Carlos Ezequiel Moreira, PSDB, acaba de levar mais uma condenação no lombo. E desta vez, nem o “Conselheiro” da Corja será capaz de aliviar a barra do ex-prefeito. Moreira foi novamente condenado e teve os direitos políticos cassados por mais cinco anos por determinação da juíza Paula Murça Machado Rocha, titular da 1ª Vara da Comarca de João Monlevade que condenou Moreira em mais um processo de “Improbidade Administrativa”. Na semana passada o ex-prefeito já havia sido condenado em 2ª Instância pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG. A decisão de agora é referente ás permissões de uso de 83 áreas públicas concedidas a empresários do município, dentre elas, a que foi doada para o jornal “A Notícia” e gráfica “Nina”. De acordo com a sentença da juíza, a conduta do ex-prefeito contribuiu para o enriquecimento ilícito dos permissionários, que deixaram de dar qualquer contraprestação ao Município, dono dos terrenos, para usarem as propriedades e instalarem seus empreendimentos. Em sua defesa, Moreira alegou que “não considerava ilegal a cessão de áreas públicas sem a realização de processo licitatório”. A Justiça não engoliu os argumentos, e meteu o ferro no ex-prefeito. Depois da traulitada, Carlos Moreira ainda tentou justificar o injustificável: “todos os ex-prefeitos fizeram o mesmo e não estão sendo cobrados pela Justiça”. Além de perder seus direitos políticos por cinco anos, o ex-prefeito também foi condenado a restituir ao erário público os valores que o município tiver que ressarcir aos permissionários com juros de 0,5% ao mês. Somente á título de informação, os donos do “A Notícia” e gráfica “Nina” pleiteiam na Justiça um ressarcimento de R$ 500 mil.

Um comentário:

  1. Será coincidencia!!!!! O Moreira é atleticano.....

    ResponderExcluir